Atitudes para ajudar a criança a se tornar mais segura!

Claude Debussy, 11/12/2016

Atitudes que ajudam a criança a se tornar uma pessoa mais segura!

O melhor a fazer pelas crianças é ensiná-las a confiar no próprio taco. “Desenvolver a autoconfiança faz, inclusive, com que a pessoa tenha mais condição de dizer não às drogas na adolescência”, afirmam os terapeutas familiares.

1. Elogie na medida

Quando o adulto elogia demais a criança, sem querer pode deixá-la muito vaidosa, o que é prejudicial ao desenvolvimento. Ser autoconfiante não é se achar o tal. “Sem contar que a criança passa a se sentir na obrigação de sempre superar as expectativas. Como ela pode aprender a confiar em si mesma desse jeito?” Assim, o mais acertado é pegar leve com cobranças de desempenho, estimula-la e aceita-la do jeitinho que ela é.

2. Estimule a independência

A super proteção leva à insegurança, que é o contrário da autoconfiança. Na medida do possível, deixar que a criança resolva os próprios problemas sozinho. Se ela chegar contando que foi injustiçada pelo professor, deve-se procurar saber o que houve e orientá-la a conversar com ele e encontrar uma solução. Nada de correr até a escola para tirar satisfação e defender a criança. Fazer isso apenas se ela realmente não der conta do recado.

3. Cuidado com brincadeiras “bobas”

Chamar a criança de “burra” quando ela pergunta algo óbvio ou dar risada se ela usa uma palavra errada é um veneno, assim como ridicularizar a criança com a desculpa de estar “brincando”. Alguém provoca a criança dizendo que ela é desajeitada e começa a rir. A criança fica cada vez mais irritada, enquanto os adultos e colegas se divertem com a situação. Atitudes assim são cruéis, detonam a autoconfiança de qualquer criança e devem ser evitadas.

4. Tem que dar limite, sim!

A criança só faz o que quer? Isso não significa que ela seja autoconfiante. Pode ser apenas que você não esteja fazendo valer a sua autoridade. “Alguns pais gostam de dizer que o filho tem personalidade forte. Mas, quando você vai ver, a criança simplesmente desconhece o que é limite”. Criança autoconfiante é aquela que tem boa autoestima, conhece o valor que tem, mas sabe respeitar as regras definidas pelo adulto.

 

Autoconfiança, boa autoestima e muita diversão!

 

 

Veja mais artigos de nosso Blog